Olá Visitante,

Céu nublado

São Ludgero

25° 17°

Notícias / Geral / São Ludgero / Braço do Norte / Laguna / Tubarão / Grão - Pará / Rio Fortuna / Gravatal / Jaguaruna / Pedras Grandes / Imbituba / Armazém / COVID-19 / COBERTURA

Números começam a diminuir após 5 meses

Na Amurel, os casos positivos diários, que chegaram a passar de 700 algumas vezes, de terça para quarta-feira chegaram a menos de 180.

Repórter Sul é autor deste post!

Publicado por Repórter Sul em 27/08/20 08h01
0 Comentários

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Números começam a diminuir após 5 mesesFoto: Bertoldo Kirchner Weber/Assessor de Comunicação Município de São Ludgero Foto do DIA D

Completados cinco meses da pandemia do coronavírus e do registro do primeiro caso na região, os números de confirmações, internações hospitalares e óbitos começam a sofrer declínio. Na Amurel, os casos positivos diários, que chegaram a passar de 700 algumas vezes, de terça para quarta-feira chegaram a menos de 180.

A redução no número vem sendo sentida, inclusive, em todo o Estado. As autoridades da saúde alertam, no entanto,  que mesmo com a queda ainda não é o momento de relaxar as ações de combate ao coronavírus.

De acordo com o diretor-presidente da Fundação Municipal de Saúde de Tubarão, Daisson Trevisol, está sim tendo uma estabilização, os números estão caindo, principalmente no número de novos casos, “e isso reflete muito e vai refletir mais nas internações nas próximas semanas. A única coisa que continua preocupando é o isolamento social, que cada vez mais diminui, e isso pode fazer com que volte a crescer o número de novas confirmações”, alerta. “Mas, a princípio, está mais controlado neste momento”, pontua.

Segundo ele, a diminuição dos casos está relacionada principalmente ao controle que está sendo feito e a própria população colaborando com os cuidados. “Aquele momento da quarentena que fizemos para impedir a proliferação e a transmissão de forma muito rápida como estava acontecendo, a testagem que estamos fazendo, com o isolamento das pessoas quando testam positivo, enfim, tudo isso tem influenciado nestes resultados”, avalia.

Daisson diz que, continuando com as ações e cuidados, espera-se que até setembro e outubro a situação esteja ainda melhor e mais controlada.

Amurel tem menos de 180 casos em 24 horas

A Amurel contabilizou ontem 12.978 casos confirmados de coronavírus desde o início da pandemia. São 172 casos a mais do que os apresentados no boletim de terça-feira. Conforme o diretor-presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Tubarão, Daisson Trevisol, está realmente sendo verificada a diminuição de novos casos.

“O mês de julho e o início de agosto foram os mais complicados na Amurel. Tivemos um pico bastante intenso de casos novos a cada dia, chegando a ter em Tubarão aproximadamente 750 pessoas confirmadas em uma só semana, no fim de  julho. Naquele momento, intensificamos a testagem, ampliamos os nossos serviços para atender melhor a população e fizemos o isolamento sempre  quando confirmado algum caso. Já testamos quase 20% da população de Tubarão e continuamos testando”, pontua.

O número de internações hospitalares também vem diminuindo. Os hospitais de Tubarão, que chegaram a ter mais de 80 pacientes internados com covid-19 ou com suspeita da doença, ontem estavam com 52 internações, sendo 23 na UTI adulto, duas na pediátrica e 27 na enfermaria.

“Neste momento, estamos verificando que os casos estão diminuindo em virtude de todas as ações que foram feitas. Isso fez com que vencêssemos um dos maiores picos que tivemos”, completa Daisson.

Mas o diretor-presidente da FMS reforça que agora não é o momento de relaxar. “Temos que continuar o distanciamento social,  as medidas de higiene, o uso de máscara, para que se consiga na próxima semana e no próximo mês sair desta fase mais intensa e que possamos vencer o coronavírus”, ressalta.  

Ontem, a região ainda registrou um óbito, em Tubarão, de uma mulher de 74 anos. Com isso, são 144 mortes de pessoas que testaram positivo para o coronavírus.

Diário do Sul

Números começam a diminuir após 5 meses

Tabela Diário do Sul

Veja mais notícias

Comentários

Olá, deixe seu comentário para Números começam a diminuir após 5 meses

Enviando Comentário Fechar :/