Olá Visitante,

Céu nublado

São Ludgero

30° 18°

Notícias / Variedades / Criciúma

Manifestantes convocam novo protesto pela reabertura do setor de eventos

Ato acontecerá neste domingo, dia 18, com início no Parque das Nações

Repórter Sul é autor deste post!

Publicado por Repórter Sul em 14/10/20 16h05
0 Comentários

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Eventos

Manifestantes convocam novo protesto pela reabertura do setor de eventosFoto: Rafa Gasquel/Arquivo Engeplus

Um novo protesto pela reabertura do setor de eventos está marcado para este domingo, dia 18, em Criciúma. O propósito é acelerar a discussão e promover a revisão da portaria 710/20, publicada pelo Governo do Estado em 18 de setembro com medidas de combate ao novo coronavírus. Todavia, segundo líderes do movimento, o texto inviabiliza a manutenção de casas noturnas e eventos causando prejuízo para o setor.

Segundo Hemerson Machado, proprietário de casas noturnas na região Carbonífera e também no Extremo Sul, o prejuízo para o setor em Santa Catarina se aproxima dos R$ 500 milhões. Isto contando desde março, quando os primeiros decretos prevendo a paralisação do ramo, foram publicados.

“Estamos convocando também a se manifestarem nas suas cidades, até por uma questão de custo. O objetivo é que revogue a portaria. Quanto mais se relaxa os protocolos, menos os casos aumentam. Estamos percebendo isso, no feriado as praias e hotéis estavam cheios, lugares com aglomeração e agrupamento de gente. Os casos estão caindo dia a dia. Casos de mortes são raros e já passou da hora de voltar toda a economia”, pondera.

A portaria do Governo do Estado prevê medidas conforme o risco potencial de cada região, todavia, não dispõe sobre eventos com cobrança de ingresso. Segundo o texto, são considerados eventos sociais “aqueles restritos a convidados sem cobrança de ingresso, compreendendo casamentos, aniversários, jantares, confraternizações, bodas, formaturas, batizados, festas infantis e afins”.

“Inclusive já fizemos uma sugestão de protocolos básicos, como uso de máscara, álcool em gel e distanciamento. E trabalhar com 30%, 40% da capacidade. Queremos mostrar que não vai aumentar os casos se voltarmos. As casas fecharam em março, aconteceu o pico e agora está caindo. Não causamos nada disso. Estão fazendo carreata política, com aglomeração, e nem por isso os casos estão aumentando”, reclama.

Entre as sugestões contidas no protocolo elaborado pelas lideranças do setor está o escalonamento da capacidade de público nas casas noturnas conforme a capacidade de lotação. Além do mais, a testagem de todos os funcionários envolvidos nos eventos, obrigatoriedade do uso de máscara, utilização de álcool gel, etc.

Em um documento elaborado e encaminhado à Vigilância Sanitária de Santa Catarina, é sugerido o limite da ocupação da capacidade de público de 50% do espaço do evento, em locais com capacidade máxima de 1.000 pessoas, 40% em locais com capacidade máxima de 1.500 pessoas e, 30% em locais com capacidade máxima acima de 1.501 pessoas. Locais de eventos ao ar livre ou com predominância de ventilação natural abundante poderão ser acrescidos em 10%.

“Todos os protocolos já existem e adaptamos para a nossa realidade. São protocolos de shoppings, academias, cultos religiosos. Não estamos vendo boa vontade no governador do estado (Carlos Moisés) e no secretário de saúde André Motta Ribeiro. Não vou dizer que já um preconceito com eventos, mas podem nos ver como uma classe não organizada. Os eventos não tem uma associação forte e por isso estão nos jogando de lado”, argumenta.

Ainda dentro das sugestões, está o condicionamento de liberação somente em municípios com casos estabilizados ou em decréscimo nas três semanas anteriores ao evento; a ocupação de leitos disponibilizados para tratamento da Covid-19 não pode ultrapassar 80% por munícipes residentes do local nas duas semanas anteriores; distanciamento com demarcação nos espaços; aferição de temperatura corporal sem contato físico, entre outras ações.

A manifestação está programada para às 16 horas, com encontro no Parque das Nações e posteriormente uma passeata pela avenida Centenário em direção à Praça Nereu Ramos, no Centro da cidade.

Portal Engeplus

Comentários

Olá, deixe seu comentário para Manifestantes convocam novo protesto pela reabertura do setor de eventos

Enviando Comentário Fechar :/