Olá Visitante,

Céu limpo

São Ludgero

31° 15°

Notícias / Segurança / Gravatal / Armazém

Jovens são condenados a mais de 20 anos de prisão por homicídio triplamente qualificado na região

Os jovens de 20 e 21 anos foram a júri popular na comarca de Armazém na madrugada desta sexta-feira

Repórter Sul é autor deste post!

Publicado por Repórter Sul em 10/09/21 10h28
0 Comentários

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Jovens são condenados a mais de 20 anos de prisão por homicídio triplamente qualificado na regiãoFoto: Divulgação

Dois jovens de 20 e 21 anos, acusados de homicídio triplamente qualificado foram condenados na madrugada desta sexta-feira, dia 10, em Júri Popular, na Comarca de Armazém.


Eles são acusados de matar Pablo Douglas Faustino, de 25 anos, natural do RS.

Além do crime de homicídio triplamente qualificado, os dois indivíduos também foram julgados por estupros, sequestro e cárcere privados, já que após o crime continuaram a noite de horror e praticaram estes atos contra uma adolescente de 15 e uma jovem 22 anos.

Os réus também eram acusados de furto qualificado, já que após o homicídio, além de praticarem o estupro, o cárcere e o sequestro das mulheres, teriam também roubado pertences da vítima do homicídio.

O indivíduo de 21 anos foi condenado a uma pena de 25 anos por homicídio triplamente qualificado, sequestro e cárcere privado, estupro e furto qualificado. O indivíduo de 20 anos foi condenado a uma pena de 20 anos por homicídio triplamente qualificado, sequestro e cárcere privado, estupro e furto qualificado.

Os crimes e as investigações

 Os crimes aconteceram entre a noite do dia 4 de novembro de 2019 e madrugada do dia 5, em Gravatal. Os fatos iniciaram na residência alugada pela vítima, no bairro Pouso Alto, e culminaram numa quitinete alugada pelos autores, localizada no bairro Brasília. Já a prisão ocorreu no bairro Termas.

Uma força-tarefa para apurar estes crimes foi montada pela Polícia Civil e Militar de Gravatal, com apoio de todas as forças policiais da região, sendo os trabalhos coordenados na época pelo Delegado Lucas de Sá Resende.

O local do crime foi isolado, preservado e analisado por investigadores, peritos criminais, cécnicos Criminalísticos do IML e pelo Delegado de Polícia coordenador das investigações. "A cena do crime e o cadáver da vítima demonstraram o palco de um crime bárbaro e uma execução cruel da vítima, a qual apresentou causa morte como sendo asfixia por enforcamento, poli traumatismo e várias lesões causadas por instrumentos perfuro contundentes (golpes de faca)", explicou o delegado.

 

A prisão 

Após troca de informações e trabalhos investigativos foi possível realizar a prisão dos autores do crime quando planejavam fugir para o Estado do RS. A mulher de 22 anos conseguiu fugir e pedir socorro em uma loja do bairro Termas na tarde de 5 de novembro de 2019. Logo em seguida os Policiais Civis e Militares recebam informações de que indivíduos suspeitos estariam na Praça dos Direitos Humanos no bairro Termas, em Gravatal. Eles estariam agindo de forma estranha e, aparentemente, mantinham uma adolescente sob sua guarda.

Os Policiais Civis e Militares de Gravatal foram até o local e constataram que se tratavam dos indivíduos investigados. Os policiais conseguiram resgatar a vítima de 15 anos e efetuaram a prisão dos indivíduos de 20 e 21 anos. Todos os envolvidos (vítimas e autores) eram naturais do RS e estariam morando em Gravatal há poucos meses.

Fonte: Folha Regional 

Veja mais notícias

Comentários

Olá, deixe seu comentário para Jovens são condenados a mais de 20 anos de prisão por homicídio triplamente qualificado na região

Enviando Comentário Fechar :/