Olá Visitante,

Céu nublado com chuva moderada

São Ludgero

25° 20°

Notícias / Segurança / Serra Catarinense

Feminicídio: MP denuncia homem por matar mãe e irmã por vingança em Lages

Denúncia de duplo feminicídio é acompanhada de outras três qualificadoras. Mãe e irmã foram mortas dentro de casa em Lages

Repórter Sul é autor deste post!

Publicado por Repórter Sul em 21/01/21 08h01
0 Comentários

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Feminicídio: MP denuncia homem por matar mãe e irmã por vingança em LagesFoto: Redes Sociais

O MPSC (Ministério Público de Santa Catarina) denunciou Patrick Luis de Avila Baccin, de 31 anos, por matar no dia 30 de dezembro de 2020 a mãe e a irmã a facadas, em Lages, na Serra catarinense. As vítimas são Terezinha do Carmo de Ávila Baccin e Priscila de Ávila Baccin, de 63 e 36 anos, respectivamente. Para o MPSC, o crime foi motivado por vingança.

A denúncia expedida no último dia 14 pelo promotor Fabrício Nunes, da 11ª Promotoria de Justiça da Comarca de Lages, é acompanhada também das qualificadores de motivo torpe, meio cruel e uso de recurso que dificultou a defesa das vítimas – qualificadoras também apresentadas no inquérito policial.

Entre PMs, familiares e vizinhos, dez testemunhas foram ouvidas. Para o Ministério Público, o crime foi motivado por vingança, devido a uma série de desentendimentos familiares que não foram especificados na denúncia. Ainda será apurado se Patrick sofre de problemas psiquiátricos, após indícios serem apresentados na investigação.

 
Família tentava conter violência em casa
As duas vítimas moravam com Patrick no Bairro Universitário, em Lages. “Por razões diversas, ele mantinha constantes desentendimentos familiares com ambas”, afirmou Nunes na denúncia. Ao cometer o crime, ele visou “se vingar desses desentendimentos”.


De acordo com o delegado Raphael Barbosa, da DIC (Divisão de Investigações Criminais de Lages), as vítimas tentavam assistir ao agressor dentro de casa. “Há outros registros de situações de violência doméstica”, anotou o delegado.

Na noite do dia 30, ele armou-se com uma faca, uma marreta e uma chave de fenda, entre outras ferramentas. Primeiro ele desferiu golpes contra a mãe, na região do crânio e tórax. Em seguida, aplicou os golpes contra a irmã. Uma tia encontrou os corpos das vítimas na manhã do dia seguinte, após Priscila não aparecer no posto de combustível onde trabalhava.

Patrick foi localizado pela Polícia Militar no dia 1º, na BR-282, em Palhoça, utilizando um carro Montana Branca que pertencia à irmã. Ele tentou fugir dos policias militares, chegando mesmo a investir contra eles e dirigir na contramão. Na tentativa de fuga, acabou colidindo o veículo. Ele está preso em Lages.

 

Motivação

Ainda na etapa da investigação policial, o autor do crime afirmou ter ouvido ‘vozes’ vindo das vítimas que o teriam motivado a cometer o crime. A sanidade de Patrick ainda será apurada por meio de perícia judicial, para entender se tinha entendimento ou não do que estava realizando, afirma Barbosa.

“Somente através da perícia judicial será confirmado se tinha discernimento completo ou parcial no momento”. O caso foi encaminhado para a 1ª Vara Criminal da Comarca de Lages. A reportagem não conseguiu localizar o advogado de defesa do denunciado até o fechamento desta reportagem.

Com a morte de Terezinha e Priscila, Santa Catarina registrou 59 feminicídios em 2020 – o maior índice em cinco anos. O número corresponde a todos os casos registrados pela Secretaria de Segurança Pública do Estado.

ND+

Veja mais notícias

Comentários

Olá, deixe seu comentário para Feminicídio: MP denuncia homem por matar mãe e irmã por vingança em Lages

Enviando Comentário Fechar :/