Olá Visitante,

Céu nublado com chuva fraca

São Ludgero

18° 14°

Notícias / COVID-19 / COBERTURA

Covid-19 já causou mais mortes em SC em 2021 do que em todo ano de 2020

Mortes registradas nos primeiros quatro meses de 2021 correspondem a 60% de todos os óbitos em SC desde o início da pandemia

Repórter Sul é autor deste post!

Publicado por Repórter Sul em 28/04/21 08h34
0 Comentários

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Covid-19 já causou mais mortes em SC em 2021 do que em todo ano de 2020Foto: Arvito Concatto

A Covid-19 já causou mais mortes em Santa Catarina em 2021 do que em todo o ano de 2020. Até está segunda-feira (26), 13.190 catarinenses perderam a vida para a doença no Estado, desde o início da pandemia.

De acordo com o último boletim publicado pelo Necat (Núcleo de Estudos de Economia Catarinense) da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina), que analisa os dados entre os dias 16 e 23 de abril, a partir da virada do ano houve um aumento expressivo de mortes em relação ao total registrados nos meses anteriores.

Nos primeiros quatro meses de 2021, ou seja, em apenas 113 dias, foram registradas 7.761 mortes, o que corresponde a 60% de todos os óbitos que ocorreram em SC desde o início da pandemia. Já o restante dos óbitos – 5.253, que equivale a 40% – ocorreu ao longo de 10 meses do ano de 2020 (280 dias).

 
Tais dados indicam, segundo o Necat, a grande taxa de letalidade da doença no Estado nos primeiros meses deste ano.

Covid-19 já causou mais mortes em SC em 2021 do que em todo ano de 2020

Média semanal móvel dos óbitos

A média semanal móvel de óbitos, que atingiu o seu maior patamar no dia 26 de março com 134 ocorrências diárias, sofreu um recuo para 76 mortes diárias na semana analisada pelo boletim, representando uma queda de 29% em relação aos últimos 14 dias.

No entanto, mesmo que esse percentual indique uma tendência de desaceleração, o boletim destaca que continua sendo um patamar elevado.

Sendo assim, o documento considera que “ainda são necessárias medidas restritivas efetivas para se achatar a curva de contágio e, com isso, reverter a tragédia humana que se abateu sobre Santa Catarina nos últimos meses.”

Números da pandemia em SC

Entre os dias 16 e 23 de abril, SC registrou 16.257 novos casos e 534 novas mortes provocadas pela Covid-19. Mais de 874 mil pessoas já foram contaminadas no Estado, sendo que 13.190 perderam suas vidas.

Em função disso, SC aparece em 4º lugar no ranking nacional dentre os Estados com o maior número de registros da doença e em 12º lugar com o maior número de óbitos. Na semana em consideração, a média semanal móvel de casos foi de 2.322 registros diários, enquanto a média semanal móvel de óbitos foi de 76 mortes ao dia.

Do ponto de vista da velocidade do contágio, entre os dias 16 e 23 de abril, a cada 10 dias foram registrados 30 mil novos casos (6.774,8). Desde o mês de agosto de 2020 a doença já está presente nos 295 municípios do Estado, sendo que em 292 deles já foi registrada ao menos uma morte em decorrência da Covid-19.

O boletim do Necat aponta duas consequências do cenário da pandemia em SC. Primeiro, o fato do Estado ainda ter 17.823 pessoas contaminadas (casos ativos), continua comprometendo o funcionamento do sistema de saúde.

Isso porque, até esta segunda, 51 pessoas continuavam na fila de espera por um leito de UTI Covid-19 e 28 pessoas aguardavam na fila por um leito clínico Covid-19. Em segundo lugar, o número de óbitos diários permanece alto, fazendo com que SC mantenha o 14º maior coeficiente de mortalidade do país a cada 100 mil habitantes.

Além disso, apenas 10 municípios respondem por aproximadamente 44% dos óbitos ocorridos até o presente momento, destacando-se as cidades de Joinville, Florianópolis, São José, Itajaí, Blumenau, Chapecó e Criciúma, todas com mais de 300 mortes registradas.

Decreto com novas regras

O governo estadual estabeleceu algumas mudanças nas restrições de combate à pandemia da Covid-19 em Santa Catarina. Em suma, o novo decreto prorroga a maioria das proibições que já estavam em vigor e que, agora, vão até o dia 30 de abril.

Veja quais regras estão valendo

Proibições:

funcionamento de casas noturnas, shows, espetáculos e eventos sociais em todos os níveis de risco;

congressos, palestras, seminários, feiras, leilões, exposições e inaugurações;

consumo de bebidas alcoólicas nos estabelecimentos entre 22h e 6h.

Limitações

comércio de rua pode funcionar entre 8h e 20h;

funcionamento de supermercados, com limite de acesso de até duas pessoas por família e

ocupação simultânea de até 50%;

shopping centers, centros comerciais e galerias abrem das 10h às 22h;

funcionamento de restaurantes, bares, pizzarias, sorveterias e afins está permitido das 6h

às 22h, com limite do ingresso de novos clientes até 21h;

demais atividades e serviços públicos e privados não essenciais têm permissão de

funcionamento das 10h às 19h;

transporte coletivo municipal, transporte coletivo intermunicipal e transporte coletivo

interestadual com limite de ocupação de 50%;

prática de atividades esportivas coletivas de cunho recreativo sem contato físico está

permitido em todos níveis de risco para a Covid-19: alto, moderado, grave e gravíssimo.

Fonte: ND+

Veja mais notícias

Comentários

Olá, deixe seu comentário para Covid-19 já causou mais mortes em SC em 2021 do que em todo ano de 2020

Enviando Comentário Fechar :/