Olá Visitante,

Períodos nublados

São Ludgero

35° 18°

Notícias / Geral / Florianópolis

Como será a pista para veículos na nova Ponte Hercílio Luz

As primeiras peças do material foram colocados recentemente e ficam no viaduto do lado insular.

Repórter Sul é autor deste post!

Publicado por Repórter Sul em 07/08/18 07h46
0 Comentários

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Como será a pista para veículos na nova Ponte Hercílio LuzFoto: Divulgação

São apenas 12 metros de comprimento instalados, mas já é o suficiente para saber como será a pista da Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis, para o trânsito de veículos. As primeiras peças do material foram colocados recentemente e ficam no viaduto do lado insular. A madeira que antes fazia parte do solo foi praticamente toda retirada. Agora chama atenção a grade que servirá de piso. Antes de pesar menos sobre a estrutura do que o asfalto, também facilita a troca e remoção para serviços abaixo dela, caso necessário.

Segundo o secretário de Infraestrutura do Estado, Paulo França, a nova ponte suportará o peso de qualquer veículo que atualmente transita na BR-101. O piso de grade, no entanto, será apenas nas faixas dos veículos. Nas laterais, onde haverá um espaço para pedestres e ciclistas, chapas metálicas vão ser usadas para a passagem.

Na atual fase da obra, 300 operários atuam em diferentes frentes como as fundações da cabeceira continental e a pintura. Esta última está sendo feita para durar 15 anos com necessidade de limpezas anuais com água doce.

Prazo

Reuniões neste mês de agosto entre representantes do Deinfra e a empreiteira vão definir o cronograma da recuperação até a conclusão. A partir da desapropriação de uma área no lado continental da estrutura, não há empecilhos para o fim dos serviços. O secretário de Infraestrutura diz que a tendência é da definição de duas datas: uma da liberação para o tráfego e outra para a retirada total dos materiais usados na obra.

Novo aditivos?

A secretaria de Infraestrutura não descarta mais adendos financeiros ao contrato. E eles podem vir de pelo menos duas necessidades. A primeira é o reforço nas bases de sustentação provisória instaladas sob o mar, caso elas precisem ser feitas. Isso vai depender de uma avaliação da situação da estrutura que começou na semana passada. Ela foi erguida em 2013, com prazo de validade de cinco anos. A segunda é a sinalização da ponte para o uso depois que a obra for concluída. Ela não está contemplada no contrato e será discutida em breve.

NSC TOTAL

Comentários

Olá, deixe seu comentário para Como será a pista para veículos na nova Ponte Hercílio Luz

Enviando Comentário Fechar :/