Olá Visitante,

Notícias / Geral

Cigarro eletrônico deve ser barrado

Com 21 votos favoráveis e 19 contrários, foi aprovado projeto de lei proibindo o consumo de cigarros eletrônicos e narguilés em espaços públicos fechados, parques e praças.

Repórter Sul é autor deste post!

Publicado por Repórter Sul em 05/07/22 10h16
0 Comentários

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

ALESC

Cigarro eletrônico deve ser barradoFoto: Vicente Schmitt/Agência AL

Com 21 votos favoráveis e 19 contrários foi aprovado projeto de lei proibindo o consumo de cigarros eletrônicos e narguilés em espaços públicos fechados, parques e praças. O projeto foi apresentado por integrantes da Escola Raul Pompéia, de Campo Erê, que participam da 29ª edição do Parlamento Jovem e a votação ocorreu na tarde de quinta-feira (30), no Plenário da Assembleia Legislativa.

Segundo os propositores da lei aprovada, o narguilé pode causar intoxicação por monóxido de carbono e o ácido benzóico, presente nos cigarros eletrônicos, causa inflamações nos pulmões, aumentando o risco de pneumonias graves.

“O cigarro eletrônico está em alta, há uma febre, com 10 minutos utilizando são 30 mg de nicotina ingeridas, equivalente a um maço e meio de cigarros, é muito prejudicial à saúde”, informou a deputada Bruna Isadora Gerhardt.

 

 

Agência AL

Comentários

Olá, deixe seu comentário para Cigarro eletrônico deve ser barrado

Enviando Comentário Fechar :/