Olá Visitante,

Céu encoberto com chuva fraca

São Ludgero

29° 23°

Notícias / Geral / São Ludgero

China: mulher que permaneceria em SP está em São Ludgero

Exclusivo: o Repórter Sul começou a apurar o caso na última quinta-feira, 06, após veiculação de uma notícia onde mãe e filha que viajaram da China poderiam vir para São Ludgero, mas ficariam em São Paulo, o que não aconteceu.

Repórter Sul é autor deste post!

Publicado por Repórter Sul em 12/02/20 22h16
0 Comentários

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

China: mulher que permaneceria em SP está em São LudgeroFoto: Divulgação

O Repórter Sul começou a apurar o caso na última quinta-feira, 06, após veiculação de uma notícia onde mãe e filha que viajaram da China, poderiam vir para São Ludgero, mas ficariam em São Paulo. Receio de todos é o coronavirús que está movimentando a Saúde Epidemiológica do mundo todo.

Nossas investigações deram conta que elas viriam segunda - feira, 10, mas não conseguiram embarcar em São Paulo, mas hoje quarta - feira, 12, já estão em São Ludgero.

Foi informado na primeira matéria que onde elas moravam, na China, não era local de risco, mas também descobrimos que viajaram ao Brasil em um avião fretado com chineses e estrangeiros de várias regiões.

Outro fato apurado é que ela esteve em um evento, inauguração de um restaurante, no dia 18 de janeiro deste ano em Yichang, que é uma prefeitura com nível de cidade na província de Hubei, epicentro de um surto de coronavírus na China que registrou 103 novas mortes e 2.097 novos casos confirmados da doença. Importante ressaltar que se trata apenas de uma constatação, não significa que a pessoa contraiu qualquer tipo de vírus apenas por visitar a Província de Hubei. Arquivamos as imagens apenas como prints, visando a proteção de identidade da mulher e outros que estão na foto. As fotos que salvamos do evento já não estão mais no Facebook desde a última quinta-feira, 06.

 Entramos em contato, assim que começamos a descobrir novos fatos, ainda na quinta – feira, com a Secretária Municipal de Saúde de São Ludgero, Nilva Schlickmann Pickler, que afirmou ter tomado todas as preucações.

“Desde terça – feira (04) já estamos sabendo deste caso e a Vigilância Epidemiológica já tomou todas as providências necessárias, entrou em contato com a família, até mesmo com a própria mulher. Ficou constatado que ela chegou em São Paulo e foi abrigada na casa de parentes e a princípio viria para São Ludgero, mas decidiu ficar em São Paulo. Foi nos colocado que ela não estava morando em área de risco e realizou exames antes de vir pra cá (Brasil). No aeroporto em São Paulo foi visto o sinais vitais e foi liberada. Então de antemão a gente não está dormindo em serviço e no momento que soubemos desta situação a gente averiguou, “comentou a secretária na semana passada.

Informada de que mãe e filha tinham a intenção de viajar para São Ludgero, a secretária Nilva, na oportunidade, ressaltou que estavam fazendo tudo o que é possível e a intenção é de não alarmar a população, mas receberam a informação que elas permaneceriam em São Paulo.

“O que temos a dizer é que estamos em contato com ela, que nos apresentou todos os exames, mandou via Whatsapp. Todos os exames, que está tudo correto, então nós não temos como agir de outra forma a não ser prudência. Estamos em contato com a família, estamos fazendo bem a nossa parte enquanto vigilância epidemiológica, mas nós não podemos alarmar, criar uma situação que muitas vezes nem vai existir. Ontem (05/02) a gente teve a informação que ela não iria vir, então não havia necessidade de fazer alarde. Por isso que a gente está agindo de forma tranquila, muito prudente que é a nossa forma de trabalhar, “ressaltou.

A Secretaria de Saúde Municipal entrou em contato com a Vigilância Epidemiológica do Estado.

“A gente entrou em contato com a vigilância do estado e eles nos orientaram que se ela realmente viesse para nosso município, pra gente monitorar a situação, avisar a regional de saúde, fazer todos os questionamentos da viagem, solicitar que ela não frequentasse locais com grande fluxo de pessoas. A gente está fazendo contato direto com a pessoa. Ela iria fazer todos os exames em São Paulo e repassar para a enfermeira Sirlei, responsável, hoje, pela Vigilância Epidemiológica do município, “frisou.

A secretária ainda reforçou que as informações chegadas a imprensa eram externas e que a informação que a secretaria de saúde municipal possuía, é de que mãe e filha não viriam para São Ludgero,  e que mesmo assim apresentaram todos exames que fizeram e alegaram não estar com nenhum problema de saúde.

O Senado aprovou, no dia (5), quando a mulher e filha já haviam desembarcado no Brasil, o projeto de lei (PL 23/2020) que estabelece regras e medidas para controle, no território brasileiro, da epidemia do coronavírus. O projeto aprovado prevê, entre outros pontos, o isolamento para portadores do vírus ou quarentena para os que tiverem suspeitas de contaminação. Os cidadãos isolados terão tratamento gratuito e o direito de serem informados permanentemente sobre seu estado de saúde. O projeto prevê ainda o fechamento de fronteiras, portos e aeroportos para entrada e saída do país e a autorização excepcional e temporária da entrada de produtos sem registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), caso sejam necessários.

Qual a importância de trazer à tona este assunto?

A redação do Repórter Sul também não tem intenção de alarmar a população ou prejudicar mãe e filha em seu retorno, mas sim averiguar e tentar trazer informações consistentes, uma vez que várias mensagens “FAKE NEWS” estão circulando na internet, principalmente no Whatsapp desde a terça-feira passada. O nosso compromisso é com nossos leitores que entraram em contato, preocupados. Pelas informações recebidas, mãe e filha não apresentam nenhum sintoma do coronavirús, mas a notícia de forma incorreta assusta ainda mais a população do que a pesquisa por fatos! Fato é que a mulher desembarcou no Brasil no dia 05/02/2020 e está em São Ludgero neste dia 12/02/2020. Recebemos diversas ligações de pessoas preocupadas com o caso, já que especialistas afirmam que o vírus pode levar de 12 até 14 dias para se manifestar.

Veja no vídeo:

Qual exame detecta essa doença?

Para detectar a doença é necessário realizar exames de biologia molecular que detecte o RNA viral. É importante seguir as orientações que estão no boletim em relação aos procedimentos para o diagnóstico laboratorial.

Boletim

Como é definido um caso suspeito do coronavírus(nCoV-2019)?


Com a amplitude da região de risco, toda a China, pessoas vindas desta localidade nos últimos 14 dias e que apresentem febre e sintomas respiratórios podem ser considerados suspeitos.
Os casos suspeitos devem ser mantidos em isolamento enquanto houver sinais e sintomas clínicos. Casos descartados laboratorialmente, independente dos sintomas, podem ser retirados do isolamento.

Quais são as orientações para portos e aeroportos?

Aumentar a sensibilidade na detecção de casos suspeitos de coronavírus de acordo com a definição de caso. Além disso, reforçar a orientação para notificação imediata de casos suspeitos nos terminais. Outra medida é a elaboração de avisos sonoros com recomendações sobre sinais, sintomas e cuidados básicos.

Também é importante intensificar procedimentos de limpeza e desinfecção e utilização de equipamentos de proteção individual (EPI), conforme os protocolos, sensibilizar as equipes dos postos médicos quanto à detecção de casos suspeitos e utilização de EPI e ficar atento para possíveis solicitações de listas de viajantes para investigação de contato.

Foram reforçadas as orientações para notificação imediata de casos suspeitos do coronavírus(nCoV-2019) nos pontos de entrada do país, além da intensificação da limpeza e desinfecção nos terminais, como prevê a Anvisa.

Tive contato com pessoas que vieram da China recentemente? O que devo fazer?

Desde o dia 28 de janeiro, pessoas vindas da China nos últimos 14 dias e que apresentarem febre e sintomas respiratórios podem ser consideradas casos suspeitos. Essas pessoas devem procurar o serviço de saúde mais próximo.

 

Comentários

Olá, deixe seu comentário para China: mulher que permaneceria em SP está em São Ludgero

Enviando Comentário Fechar :/