Olá Visitante,

Notícias / Geral

Cadela morta na BR-101 gera notificação do Procon a concessionárias

A empresa Arteris, responsável pelo trecho da BR-101 em Biguaçu, alegou isenção de responsabilidade no atendimento a cachorro atropelado

Repórter Sul é autor deste post!

Publicado por Repórter Sul em 17/06/22 08h56
0 Comentários

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Cadela morta na BR-101 gera notificação do Procon a concessionáriasFoto: Redes Sociais

O Procon de Santa Catarina informou às concessionárias de rodovias sobre a necessidade de prestar o atendimento necessário a animais machucados e abandonados às margens das estradas.

A empresa Arteris, responsável pelo trecho da BR-101 em Biguaçu, alegou isenção de responsabilidade no atendimento a cachorro atropelado e abandonado às margens de estrada. O Procon alega negligência e justifica a medida com base em entendimentos do departamento de Defesa do Consumidor e do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

A cadela, conhecida como Bilu, sofreu politraumatismos, foi levada à clínica por uma ONG e não resistiu. O Procon exigiu que a concessionária apresente, no prazo de dez dias, justificativa para suposta alegação: isenção de responsabilidade com o cuidado de animais machucados e abandonados em rodovias.

Em caso de desobediência, a empresa está sujeita a sanções administrativas e multa.

Fonte: Governo de SC

 

Comentários

Olá, deixe seu comentário para Cadela morta na BR-101 gera notificação do Procon a concessionárias

Enviando Comentário Fechar :/