Olá Visitante,

Céu nublado com chuva fraca

São Ludgero

22° 12°

Notícias / Variedades / São Ludgero

Cisto subcondral no acetábulo: sãoludgerense vive drama causado pela doença

Valdete Mattos, de 61 anos, tem passado por um grande transtorno causado pela doença que afeta a região do quadril e precisa da sua ajuda para arrecadar fundos para cirurgia

Repórter Sul é autor deste post!

Publicado por Repórter Sul em 02/10/21 10h43
0 Comentários

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Ajuda

Cisto subcondral no acetábulo: sãoludgerense vive drama causado pela doençaFoto: Cidade Notícias / Divulgação

Por Anna França - Jornal Cidade Notícias

            Grande parte da população brasileira depende do Sistema Único de Saúde para realizar procedimentos. Mas muitos serviços médicos não são abrangidos pela rede pública. Esse é o drama vivido pela são ludgerense Valdete Mattos, de 61 anos. Valdete, foi diagnosticada com com cisto subcondral no acetábulo, uma doença que afeta a região do quadril e acaba com o líquido sinovial responsável pela lubrificação da estrutura articular móvel.

            Segundo a filha de Valdete, a funcionária pública Sheila Mattos Medeiros, de 42 anos a mãe vem sofrendo com problemas no quadril há quase cinco anos. “Nós passamos por mais de quatro médicos, sendo que fomos em Braço do Norte, Tubarão, Florianópolis e até um médico do próprio SUS (Sistema Único de Saúde)”. Todos eles apontaram para a necessidade de uma cirurgia de uma prótese de quadril total, abrangendo todo o lado direito.

  Atividades simples, como sentar-se ou utilizar do vaso sanitário se tornaram insuportáveis para Valdete. Sheila explica que, devido ao osso sair do local, as dores são imensas. E com o passar dos dias, a tendência do problema é piorar.  Atualmente, Valdete toma cerca de 10 remédios, em decorrência do problema no quadril e também de outras doenças que surgiram, como artrite e osteoporose. Além disso, a família está com problemas financeiros, pois Valdete não possui renda e teve seu auxílio doença cancelado. “Minha mãe recebia um salário mínimo, depois cortaram para meio salário, e por fim, no último depósito recebemos apenas R$ 80,00”. Desde então, Valdete não tem nenhum benefício.           

    Por isso, Sheila e Valdete precisam da sua ajuda. A prótese que solucionaria o problema de Valdete não é oferecida pelo SUS, por tal razão, a filha iniciou uma campanha que pretende arrecadar fundos para custear os gastos do tratamento, que são de R$ 30.000,00 (trinta mil reais). A cirurgia será realizada em Florianópolis. “Nós precisamos juntar o dinheiro para que minha mãe possa realizar o procedimento cirurgico. É nesse momento que nós devemos realizar o bem, sem olhar a quem”, finalizou Sheila.

Para contribuir, os dados da conta de Sheila são:

23571-5

Agência 3850

Op 001

Caixa Econômica

Pix: 030.231.219-66

Sheilas Mattos Medeiros

Comentários

Olá, deixe seu comentário para Cisto subcondral no acetábulo: sãoludgerense vive drama causado pela doença

Enviando Comentário Fechar :/