Publicidade

Registro do leitor: Veado Campeiro continua circulando pela Comunidade de Santo Antônio



Registro do leitor: Veado Campeiro continua circulando pela Comunidade de Santo Antônio
Foto: Ana Karoline Arent / Repórter Sul

Apareceu de novo!

O veado campeiro que virou notícia em setembro de 2015, continua dando o ar da graça na comunidade de Santo Antônio em São Ludgero. O animal está até mais acessível as pessoas.

O animal silvestre que é mais comum na região serrana, foi novamente avistado e fotografado na manhã desta segunda-feira, 01, residência da senhora Agata Kiniss.

O veado campeiro é uma das espécies de cervídeos que ocorrem no Brasil, principalmente em grandes áreas de campos, desde o sul da Amazônia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás, até o alto São Francisco em Minas Gerais, chegando também ao Rio Grande do Sul. Em quaisquer das suas áreas de ocorrência, as populações estão isoladas e em declínio. A espécie está ameaçada de extinção, principalmente pela destruição do habitat e caça ilegal e indiscriminada. Sua altura varia de 1,20m a 1,45 m, pesando de 30 a 40 kg. O comprimento do corpo com a cabeça varia de 1,1m a 1,3 m, e a cauda vai de 10cm a 15 cm.