Publicidade

Mulher é chamada de gorda em pichação no muro de casa e resposta surpreende



Mulher é chamada de gorda em pichação no muro de casa e resposta surpreende
Foto: Divulgação

Imagine a cena: você acorda cedo para mais um dia de labuta, toma banho, se veste, engole o café e sai correndo para não perder o ônibus. Seria uma manhã como outra qualquer se, ao colocar o pé para fora do portão, você não deparasse com o muro de casa com uma pichação.

Não é de hoje que as pessoas usam características alheias para ofender, certo? A palavra “gorda” sempre veio carregada de muita vergonha, de muito constrangimento. Prova disso é que usamos de eufemismos e diminutivos para tratar a mulher gorda, na tentativa não ofendê-la por ser exatamente o que ela é: GORDA.

As pessoas precisam entender de uma vez por todas que ser GORDA não é ruim. Que ser gorda não significa ser doente. Que ser magra não significa ser saudável, que ser AZUL COM BOLINHAS VERMELHAS não significa que você é um E.T! (Bom, nesse ultimo caso, talvez signifique :o)

Gorda é só o contrário de magra, mas somente MAGRA é elogio. Por que? Quem decidiu por nós o que era bonito e o que não era? Quem decidiu que GORDA seria ofensa? Quem perderia milhões de reais se ao acordar de manhã, todas as mulheres do mundo se achassem lindas como são? Vocês, sabem. Numa sociedade que LUCRA com a nossa insegurança, se sentir bonita e bem com o corpo, é um ato revolucionário.

A tentativa de ofendê-la usando uma característica que ela já sabe que tem e se orgulha muito não deu certo. Confira:

Muro pichado

Com partes retiradas de Rádio Atlântida