Publicidade

Homem tem olhos e língua arrancados em Jaguaruna



Homem tem olhos e língua arrancados em Jaguaruna
Foto: Divulgação

Em menos de 15 dias, a região voltou a registrar um novo assassinato. Na tarde de ontem, a polícia localizou um homem sem identificação, morto, na localidade de Arroio Corrente, em Jaguaruna. Ele teve os olhos e a língua arrancados. 

Sem identificação até o fechamento desta edição, a vítima de 1,65m apresentava afundamento de crânio, possivelmente provocado por um objeto contuso, além de lesões na face.  

De acordo com o delegado da Divisão de Investigações Criminais (DIC) de Tubarão, William Cezar Salles, o homem aparenta ter entre 35 e 40 anos. “O corpo foi localizado atrás de um quiosque e, ao que tudo indica, estava no local há alguns dias, pois se apresentava em estado de decomposição”, informa. 

Ainda segundo William, pelo ferimento apresentado, tudo indica que se trata de homicídio. “As investigações iniciaram logo após o encontro do corpo. Não havia nenhuma identificação junto ao homem, o que impossibilitou que fosse descoberto seu nome e outras informações”, detalha o delegado. 

William pede a ajuda da comunidade para que, se houver alguém desaparecido, entre em contato com a polícia. “Ou se alguém tiver informações sobre o crime, que nos informe através do telefone 197, que será mantido sigilo”, fala o delegado responsável pelo caso. No homicídio registrado em Tubarão, a vítima também foi ferida na cabeça e jogada em uma vala.

Mortes

Com o corpo encontrado ontem em Jaguaruna, a cidade passa a ter o primeiro homicídio do ano. Na Amurel, o número sobe para 21. Laguna é a primeira do ranking, com sete assassinatos. Depois, aparece Tubarão, com seis, seguida de Imbituba, com três mortes. A lista é completada por Treze de Maio, Braço do Norte, Garopaba e Capivari de Baixo, com um homicídio cada.

Por Diário do Sul