Publicidade

Bom Retiro e Encosta do Sol são os campeões do 32º Campeonato Municipal de Futebol de Campo de São Ludgero



Bom Retiro e Encosta do Sol são os campeões do 32º Campeonato Municipal de Futebol de Campo de São Ludgero
Foto:Gisele/Bena/Repórter Sul

Bom Retiro no Aspirante e Encosta do Sol no Titular foram os campeões do 32º Campeonato Municipal de Futebol de Campo de São Ludgero – Taça Frederico Warmeling. Os dois jogos das finais foram realizados no sábado, 15 de julho, no Estádio Reinaldão (SER São Ludgero) com a presença de grande número de torcedores.

    No primeiro jogo, às 14h15min, no Aspirante, o Bom Retiro levou a melhor e ganhou no tempo normal da Taipa pelo placar de 2x1 conquistando o título tão almejado. Luiz Felipe e Diego Menegasso marcaram para o Bom Retiro e Ivan fez o da Taipa. Os atletas Jean (Encosta do Sol) e Cassiano (Taipa) foram os artilheiros da competição com 8 gols cada. O troféu de Goleiro Menos Vazado também teve dois ganhadores: Ruani (Taipa) e George (Bom Retiro) com 11 gols sofridos cada um. Já o Melhor Jogador foi Ronaldinho (Bom Retiro).

    No Titular, o jogo iniciou com a vantagem do empate para Encosta do Sol, mas o time garantiu o título ao vencer no tempo normal a Taipa pelo placar de 3x1. Moisés, André e Kaká marcaram para Encosta do Sol e Foguinho fez o da Taipa. O Artilheiro da competição foi Lucas Campos (Mar Grosso) com 12 gols marcados, o troféu de Goleiro Menos Vazado foi para João Paulo (Encosta do Sol) com 17 gols sofridos e o Melhor Jogador foi Helton, popular Pitanga (Encosta do Sol). É a primeira vez que Encosta do Sol chega numa final e conquista o título.

     Na avaliação do Diretor Geral da Comissão Municipal de Esportes (CME), Edmilson Paulo Mores, foi mais uma grande competição de futebol de campo realizada no município de São Ludgero com seis equipes disputando, muito respeito e disciplina em campo, bom nível técnico, dirigentes organizados e empenhados para realizarem com suas equipes bons jogos e as torcidas marcando presença nos estádios. Ele aproveita para enfatizar também a boa atuação dos árbitros, bandeirinhas e auxiliares e evidenciar o fato da grande final no Titular ter sido apitada pelo renomado árbitro Bráulio da Silva Machado, titular da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), árbitro aspirante da Federação Internacional de Futebol (Fifa) e considerado um dos melhores do Brasil. “Bráulio em 2016 foi eleito o segundo melhor árbitro do Brasil e estamos felizes em poder ter oportunizado este nível de arbitragem na final do Municipal de Campo de 2017. Era um pedido dos times para que a grande final fosse apitada por um árbitro que não atuou durante a competição”, enfatiza.